Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Sem Alarde


Nuca direi que a vida me faltou.
Fiz um caminho além das evidências
Alarde da paixão e amor de pertinência.
Apesar das horas que agora – estranheza,
De tudo que a memória acumulou
Ter teu amor foi ganho além do que eu demonstre;
Vontade de crescer e força que ilumina,
De alguém que de memórias, a alma contamina.
Gritar seria pouco, nada mostraria
Não! Calar, ouvir, sentir...Nada maior ou mais profundo,
Silêncio é grito de amor
Plasmado eternamente no meu mundo.

Sônia C Prazeres
Enviado por Sônia C Prazeres em 06/10/2007
Código do texto: T683799

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Sônia C. Prazeres www.soniaprazeres.com). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Sônia C Prazeres
Santos - São Paulo - Brasil, 59 anos
178 textos (8571 leituras)
15 áudios (1757 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/08/17 05:48)
Sônia C Prazeres