Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
Poeta Caminhoneiro

E a poesia brota
Brota na estrada
Brota nos olhos do caminhoneiro
Por toda a Cidade
Por todo País...

A poesia o acompanha
Em cada palmo da estrada...

E o caminhoneiro segue
A viajar noite e dia
Chora, ri e brinca
Ama e tem paixão...

Paixão de caminhoneiro
Caminhoneiro paixão
Em tantas idas e volta
Poesias sem fim...

Hora da parada
Vai buscar um porto
Para descansar
Vai buscar um dengo
Para se entregar...

E seus olhos se perdem de amor
Por um meigo olhar de uma moça da estrada...

E a poesia brota
Em mais uma história
De um amor da estrada...

E ao seguir sua viagem
Leva a sacola cheia de ternura
E a moça com olhos marejados
Acena um adeus
Nessa hora ele também chora...

E a poesia brota
Saudade e lembrança...

E vai o caminhoneiro
Com o pé na estrada
Pele queimada de sol
Cansaço no corpo de tantas viagens
Mas os pensamentos ele leva no sonho
Em tudo há poesia
A vida dele é poesia...

E segue adiante o caminhoneiro
Rumo ao arco-íris que germina no céu
E brota em poesia
No seu coração...
Glorinha Gaivota
Enviado por Glorinha Gaivota em 07/10/2007
Código do texto: T684892
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Glorinha Gaivota
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
876 textos (38040 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/08/17 03:30)
Glorinha Gaivota