Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

DANÇA

lisieux

Silhuetas no corta-luz.
Lusco-fusco
ofuscando os olhos...

e as lembranças,
faíscas energizando os corpos.

Copos pela metade no aparador;
música suave
flutua no ambiente
e, negligente, tua mão
nas minhas costas,
encontra o fecho do vestido.

Não faz sentido
tentar impedir
o descair da peça
pelos ombros...

E dos escombros
da infância e da inocência
deixo brotar
total inconseqüência...
e a alma de mulher,
liberta,
dança!

BH - 09.11.05
lisieux
Enviado por lisieux em 08/11/2005
Código do texto: T68615
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
lisieux
Belo Horizonte - Minas Gerais - Brasil, 61 anos
394 textos (14454 leituras)
3 e-livros (409 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 16:11)
lisieux