Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Depois do amor

Fez-se luz com tal segredo,
Tão sem medo, tão sem pressa,
Que o sol era como a lua cheia
Clareando as trevas. . .

Tudo inerte. . . Calmaria. . .
Que felicidade, na fantasia minha!
E quanta alegria e quanta paz
Neste mundo de desventura!

Oh! Cenário meu de tristeza. . .
Que já nem existe mais. . .
—Multidões estendem-se iguais,
Com a vivacidade da beleza. . .

Criaturas e enigmas partem-se. . .
E, no esplendor alegre do luar,
Caminha a lua, tão sem pressa,
Que mais parece a Virgem Maria
Pela calmaria a nos abençoar. . .
R J Cardoso
Enviado por R J Cardoso em 08/10/2007
Reeditado em 09/10/2007
Código do texto: T686379
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
R J Cardoso
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
3131 textos (81439 leituras)
2 e-livros (415 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/08/17 05:44)
R J Cardoso

Site do Escritor