Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
BRUMAS E AMOR

As brumas se desfazem, é manhã,
não há mais sombras e tudo reluz.
Guardo na boca a fragrância louçã,
do beijo que em teus lábios eu depus.

A luz dentro do quarto é uma espiã,
carrega embora o sonho e me faz jus.
As brumas se desfazem, é manhã,
não há mais sombras e tudo reluz.

Junto do teu corpo sou artesã,
construo passo a passo o que seduz.
Assim não há qualquer intenção vã,
no verso que ao alvorecer compus...
As brumas se desfazem, é manhã.
Nilza Azzi
Enviado por Nilza Azzi em 09/10/2007
Reeditado em 29/10/2007
Código do texto: T686495

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor Nilza Azzi ). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Nilza Azzi
Campinas - São Paulo - Brasil
2225 textos (387940 leituras)
27 áudios (1214 audições)
4 e-livros (385 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/10/17 07:18)
Nilza Azzi