Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

MISTURA D'ALMA

Sentir teu colo tão perto do céu
Bicos molhados, desejos confessos!
Invasão pela boca, vontades loucas
Prazer, amor, paixão... Universos!

Dragões são moinhos de vento
Que nossos suspiros farão girar
Causas maiores, razões perdidas
Desvendar teu ser, envolver, libertar

Amar-te sem pressa, apenas inteiro
Tal qual junção singular entre o sol e a lua
Nossos beijos, nossos corpos, nossas bocas
Pecado! Minh’alma se mistura à tua

Que combinação perigosa há em teus lábios
No exato instante que beija e sorri
Conjunto excêntrico do teu ser
Meu ser não se consegue conter em si

Se te fores, então, me levas
Não importa pra onde ir
Se ficares, então, me amas
E amar-te-ei enquanto eu existir.

Todos os direitos reservados ao autor
Registrado na FBN - Fundação Biblioteca Nacional
POETA URBANO
Enviado por POETA URBANO em 10/10/2007
Código do texto: T688426
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
POETA URBANO
Camaçari - Bahia - Brasil, 42 anos
532 textos (13156 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/10/17 23:23)
POETA URBANO