Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

DESÍGNIOS DO AMOR

De repente a menina,
aquela do meio,meio
sem graça,se enche
de novo da graça do
amor.
É que o sabor das manhãs,e
das sábias anciãs,se misturam
em mim...
Vejo o velho e amarrotado
medo de amar,indo embora.
Vejo as horas dos sonhos
que eu abraço,me levando.
Deixo-me ir...
Dou-lhe a minha mão e
o meu coração de mulher
menina,para tomares conta.
Dou-lhe a ponta dos meus dedos
para serem segredos calados,
em nossas bocas e juras.
Desenhando em nossas almas
um corredor de flores perfumadas.
Somos a essência de um amor
maduro,mas não perdemos
a inocência de nos apaixonarmos.
E assim,eu te espero com um beijo
nas mãos e o meu coração,pulsando
na boca...

Luciane Lopes
Enviado por Luciane Lopes em 10/10/2007
Código do texto: T689222

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Luciane Lopes
Mirassol - São Paulo - Brasil, 46 anos
1215 textos (60424 leituras)
47 áudios (3088 audições)
1 e-livros (120 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/10/17 23:26)
Luciane Lopes