Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
 

“Na linha entre o ir e o vir

o barco da vida balbucia.

Âncoras de dor e mistérios

comandam o leme enlouquecido.

Não pode haver renúncia ao prazer,

mas o barco balbucia...

É preciso que o tempo espere

os ventos do destino;

o tempo é sempre jovem

e impaciente o coração.

Talvez não haja monstros no canal,

mas e se houver?”

 (Solange  Mingorance - Monstros no Canal)

 *****************************************************

 O   Barco   da   Vida


 

Na linha entre o ir e o vir,

eu caminho, sem sombrinha.

Que equilíbrio pode vir,

pra que eu não siga sozinha?

Essa vida, esse horizonte,

não me deixem sem você.

A ida conduz à fonte,

e o barco, assim se encaminha,

 

rumo ao destino porque

não consegue resistir.

Mas a vida , o que traz,

o que leva, sem pedir,

sem zelar por nossa paz?

Não há meios de ancorar,

nem de deixar a baía,

não há como se salvar...
 

Na linha entre o ir e vir,

o barco da vida balbucia.
 

 nilzaazzi.blogspot.com.br

Nilza Azzi
Enviado por Nilza Azzi em 11/10/2007
Reeditado em 21/01/2015
Código do texto: T689388
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor Nilza Azzi ). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Nilza Azzi
Campinas - São Paulo - Brasil
2225 textos (383512 leituras)
27 áudios (1214 audições)
4 e-livros (385 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/08/17 15:16)
Nilza Azzi