Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Onde te vejo

Foi assim sem perceber...

Uma coisa que vem nos mudando aos poucos.

Um sentimento que quase não notava antes.

Mas que agora ultrapassa os limites da razão.

Uma presença que sem ela é toda ausência e solidão.

Olhos as paredes lisas e vazias e nelas te vejo.

Ouço uma melodia qualquer e nela também te ouvindo.

Quando o sol da manhã me aquece é seu calor que eu sinto.

Ao olhar as nuvens no céu vejo seu rosto e seu corpo.

À noite olhando as estrelas estou é vendo seu brilho.

E o que dizer do luar aquele de lua cheia sua madrinha,

Ali sinto  toda você a também me olhar e inspirar.

Você é minha musa, todo meu encanto e desejo.

Nas ondas do mar percebo seus traços e deliciosas curvas.

Meu amor, não há aurora, não há pôr-do-sol, não há flor,

Ou beleza qualquer da natureza onde não veja você.

Em tudo que é belo te vejo, porque te amo e adoro.

Te vejo em sonhos te vejo no ar que respiro.

Fica comigo sempre pois nunca me cansarei de te olhar.
Renato Zecca
Enviado por Renato Zecca em 11/10/2007
Código do texto: T690326

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Renato Zecca). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Renato Zecca
São José dos Campos - São Paulo - Brasil
257 textos (79888 leituras)
6 áudios (23694 audições)
2 e-livros (186 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/08/17 09:58)
Renato Zecca