Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Boêmios de Plantão

O semblante de uma jovem
Que encanta o céu, da boca
E dos lábios que tanto desejei
E tudo que é mais brilhante
Reina num universo de pura beleza
De magia, sedução e imaginação
Onde as musas adormecem com as cantigas
E a Lua com as serenatas dos boêmios de plantão

E a madrugada fria, vazia, curte a solidão
Que me aquece,todas as vezes que revivo você
Que cai com o orvalho que umedece a plantação
Que celebra o sagrado alimento
Eu saio pelas ruas, estradas de chão
Imagino você a todo momento
Pisando firme, sem destino, na contramão
Mas levando você no coração

É paixão que não tem fim
É amor demais prá mim.
É desejo que me satisfaz
Um simples beijo me traz a paz
Eu vivo a te buscar
Não importa, em qualquer lugar
Um dia, hei de te encontrar
Até lá, a lua e as musas terão que me esperar
Edimilson Eufrásio
Enviado por Edimilson Eufrásio em 13/10/2007
Código do texto: T692353
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Edimilson Eufrásio
Mineiros do Tietê - São Paulo - Brasil
113 textos (6161 leituras)
2 e-livros (59 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/10/17 06:43)
Edimilson Eufrásio