Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

"ERATO"


   
Ousadia de minha parte, mas quando penso em Erato, penso em mim, sussurrando ao som da lira, penso em ti, ouvindo essas poesias eróticas e sensuais que fiz só para  teus ouvidos, consigo te olhar, através dos  meus olhos semi-cerrados, e vejo o desejo estampado nos teus bem abertos...desejo faminto, pulsante que só tu tens, sinto-me preenchida.
Doce loucura, prazer que excede ao explicável, sortilégio... Crês nisso?
Magia, encanto, feitiço... Mas precisamente, posso chamar de AMOR & PAIXÃO, mistura desses sentimentos, a medida perfeita para nós dois.
Diferente dos versos de Erato, aqui não está rimando nada, estou apenas falando do que me vem à alma.
E o que me vem, é desconexo, mas é real, puro erotismo... e tudo só para ti e para mim, nós dois, com o testemunho mudo de Erato, a musa das poesias eróticas, das nove, a mais sensível (Zeus que o diga).


• Érato (a que desperta desejo) era a musa do verso erótico. É uma jovem ninfa coroada de mirto e rosas. Com a mão direita segura uma lira e com a esquerda um arco. Ao seu lado está um pequeno Amor que beija-lhe os pés.
Adi
Enviado por Adi em 13/10/2007
Código do texto: T692835
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Adi
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
334 textos (45916 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 19/10/17 20:17)
Adi