Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto






 

 

O que se passava em mim

Quando não notei a tua

Serenidade ingênua e pura

 

O teu olhar sem vaidades

Seu corpo, tremula na entrega

Ao cair o véu do pecado.

 

Tua inclinação brilhante

Rubra, abrindo ao sol

Na glória carne tremula.

 

Pago o tributo como escravo

Domado aos teus pés, no ultimo

Ressonar dos gemidos.

 

 

Sou uma sobra do tempo

Que lanças ao vento

Já tua fome saciada.

 

 

demetrioluzartes
Enviado por demetrioluzartes em 13/10/2007
Reeditado em 17/10/2007
Código do texto: T693201

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (demetrio luzart). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
demetrioluzartes
Niterói - Rio de Janeiro - Brasil
980 textos (36577 leituras)
12 áudios (774 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/10/17 14:26)
demetrioluzartes