Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Limites de amar

Limites de amar


Procuro você. Procuro me ligar a algum ponto.
Que seja as vezes de sofrimento. Que me ensine amar
Mesmo que me torture. E até machuque.
Que torne sentimentos loucos de angustias.
E que minha alma traga algum alento.

Você a espera, você minha esperança.
E por mais que tento. Ainda é meu ponto de esperança
Que tomara a minha vida um novo ritimo.
Meus pensamentos voltam sempre a ti.
Meu coração grita tua presença

E sei que na distância diálogos torna impossível.
E muitas vezes esta ausência sufoca.
Mas a esperança retorna. Revitaliza!
E ai vai se embora minhas desilusões

Quando chegares a mim. Teus carinhos
Tua presença trará vida a mais uma vida
Que prestes estava a se ir.
É a química da vida, é os limites de amar.

ELIO CANDIDO DE OLIVEIRA
Enviado por ELIO CANDIDO DE OLIVEIRA em 13/10/2007
Reeditado em 02/12/2007
Código do texto: T693207
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (elio candido de oliveira). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
ELIO CANDIDO DE OLIVEIRA
Ibiá - Minas Gerais - Brasil
4085 textos (159755 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 19/08/17 23:59)
ELIO CANDIDO DE OLIVEIRA