Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

CERTA DO AMOR

Autoria de: Regilene Rodrigues Neves

O amor
Desliza nas paredes do destino
A bruma leve e suave
Afaga-me
Sopra meu coração
De vida

A carícia do vento
Trás o tempo
O amor começa acordar para mim
No horizonte...

Sinto-me segura nas mãos
Dos meus sentimentos
Sinto as horas caminhando
Vinda na direção da procura
E do encontro

A serenata das ondas do mar
Traz na canção
Minha emoção
O amor parece estar acontecendo
Querendo ser meu
Eu que desacreditada sonhava...

Debruçada na janela
Já não via meu destino
Meu olhar passava
Em busca errante
Do amor que sonhara
Minhas lágrimas desnecessárias
Choravam o vão do esquecimento
Sem esperança

Mas por um momento
O céu está aberto
Límpido, lindo!
Brinco de coração nas nuvens
E me pego apaixonando
Querendo seguir junto
O caminho que apontavam

Senti frio
Arrepio
Na alma quente
Que apaixonava
Enamorada do amor
Não acreditava
Ele disse que me amava

E por vezes
Ele dizia:
Em ti eu pensara
Aninhou-me de amor
E confessou
Te adoro
Onde estavas que não te encontrara


Ainda penso estar
No sonho do amor
Mas sigo
Numa força que me puxa
Para certeza do agora
Já penso que pode ser minha hora

Tiro a roupa do passado
E visto-me em gala para o presente
O espelho
Encontra um brilho nos meus olhos
Vejo uma luz
Lá no fundo
Luzindo
Vejo o sorriso da felicidade
Sorrindo pra mim

Sinto-me numa fresta
Revivendo tantos sentimentos de procura
Os anseios confusos do meu desatino
Sufocando o tempo
Até que adormecia no desencontro

Não compreendia
Que ele só queria me ensinar
Que o relógio da vida tem sentido horário
Nada caminha contra a direção
Do ciclo
E cada estação
Compreende a lição da espera
Se caminhar em sentido contrário
Estarei rompendo meu aprendizado
E o que me resta é uma estrada perdida
Do meu encontro

Sinto que agora vai acontecer minha hora
Deixei meu relógio seguir para o tempo
Do meu destino
Vejo a esperança voltando vestida
Em trajes de amor!

Sinto chegando o encontro do sol e a lua...

Criada em 09/03/2005

regipoeta
Enviado por regipoeta em 09/11/2005
Código do texto: T69350

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o link para a obra original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
regipoeta
Goiânia - Goiás - Brasil, 54 anos
1312 textos (134334 leituras)
22 e-livros (7176 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 00:22)
regipoeta