Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Sentidos...

Se me destes, o ardor,
vos dei, a incontinência.
A fome, a flor,
a cama íntegra,
e desfeita...

E eu vos dediquei,
a febre dos sussurros.
Calores pervertidos,
impávidos gemidos,
nos rastros de manhã...

Provastes, meu calor,
com intensa diferença.
Com o tônus, e a essência,
que nunca soube, igual.

E assim vos entreguei,
a estrela mais distante,
a áurea dos amantes,
envolta no lençol...

Então, vos declarei:
Senhor dos meus Sentidos!
Escrava de um Destino,
no Império da Paixão.

Sorvi voraz sabor,
do lábio impaciente,
do pelo e a alcova ardente,
desejo e imensidão...

E foi, por ter,a vós,
somente pertencido,
que enfim, comprendi-me,
um raio de luar.

Em Vós, deixei ficar,
meu íntimo e  infinito,
qual páginas de um livro,
que nunca, publiquei...

E em versos, pelo e pele,
palavras, manuscritos,
minh'alma ouvindo risos,
por Vós, me transformei...

Angra de Saudades
09/11/05
18:54hs

Day Moraes
Enviado por Day Moraes em 09/11/2005
Reeditado em 13/04/2006
Código do texto: T69365
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Day Moraes
Angra dos Reis - Rio de Janeiro - Brasil
137 textos (4782 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 11:50)
Day Moraes