Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Um homem frio um dia de sol

Mãos calejadas corpo cansado,
Um homem frio um dia de sol.
O mundo já vingou o seus pecados,
a terra batida seus passos só,
o caminho segue em seus pés descalços,
não há mais lágrimas pra chorar,
em seu corpo não há mais espaço,
toda miséria tomou seu lugar.
Livre dos olhos da mente sã,
um jeito de ser universo fechado,
a escória espera em seu divã,
para ouvir o desabafo calado.
A morte chega nas sombras da vida,
a noite vem justiça se faz,
ele enxerga bem longe sua vida afastada,
por um devaneio investida sagaz,
aqueles olhos que viram de tudo,
a pobreza que tinham sendo roubada,
seu próprio deus abastado de lucros,
num paraíso suspenso em farsas.
Breno Madi
Enviado por Breno Madi em 14/10/2007
Reeditado em 12/05/2014
Código do texto: T693950
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Cite o nome do autor). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Breno Madi
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 27 anos
48 textos (1832 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 19/10/17 03:46)
Breno Madi