Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Olinda terra de amor

TÍTULO: OLINDA TERRA DE AMOR / 2000

SUBINDO A LADEIRA
FUI PASSAR NA RIBEIRA,
UM MARACATU QUIS DANÇAR
OUVI UM TOQUE DE FREVO
ANUNCIADO PELO DRAGÃO,
CORRI SEGUINDO A MULTIDÃO,
EU ACHO É POUCO, QUE EMOÇÃO.
ENQUANTO ISSO NA SALA DE JUSTIÇA,
TODOS OS HERÓIS CHEGAVAM
SUPERHILÁRIOS, IRREVERENTES E CRIATIVOS,
PRÁ MAIS UM CARNAVAL.
VÍ O POVO DA LAMA
REVERENCIAR O MANGUE BEAT,
PRESERVANDO A NATUREZA COM PAZ.
SEGURA O CU QUE LÁ VEM
O HOME DA MEIA-NOITE,
DIZENDO OLINDA EU QUERO CANTAR,
FUGINDO DA MULHER DO DIA
PRÁ NOS 4 CANTOS BRINCR.
ACORDA E VESTE A CEROULA
SEGUE O TEU ELEFANTE,
QUE FOI ABRIR ALAS PARA A MARIM PASSAR,
SOBE NA PITOMBEIRA
DESCE LOGO A LADEIRA
O CARIRI JÁ VEM LÁ.
VOU LIMPAR COM VASSOURINHAS
AS PAIXÕES DE CARNAVAL
E NA 4ª FEIRA DE CINZAS
VOU COMER UM BACALHAU
SEGURA A COISA MALUCO BELEZA
QUE O CARNAVAL TERMINOU
MAS, NÃO LEVE PRÁ CASA A TRISTEZA
OLINDA É TERRA DE AMOR.

                                                                              DUDA GÓES
Duda Góes
Enviado por Duda Góes em 15/10/2007
Código do texto: T694690

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Duda Góes
Olinda - Pernambuco - Brasil, 53 anos
104 textos (1970 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/10/17 12:47)
Duda Góes