Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ALMA POETA




Na imensidão negra dos teus olhos
Há um brilho avassalador, que aquece e encanta.
O mesmo encanto contido em cada verso,
Em cada palavra que pronuncias.

Quisera a alma poeta
O talento, o simples dom,
Que fizesse “virar” verso,
Cada batida do coração.

Versos que fizessem jus
A quem não é musa, ou inspiração
É sim, pura poesia,
Sua fiel tradução.

Quisera a alma poeta honrar-te em versos.
Os mais belos, que pudesses ter.
Que falassem da angústia do sentir,
Da urgência do viver, do respirar, do querer...
Do querer.... Bem querer.
Luciana Rodrigues
Enviado por Luciana Rodrigues em 16/10/2007
Código do texto: T696330
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Luciana Rodrigues
Cuiabá - Mato Grosso - Brasil, 45 anos
45 textos (2927 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/10/17 09:09)
Luciana Rodrigues