Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Agonia

Por quê?
fico eulouquecida,
desesperada
sem saber por onde andas e o que fazes?

Não sei
para onde vai me levar
este barco
à luz de velas
quantas trevas em meu peito!

Não consigo enxergar sequer
o brilho disfarçado de teu olhar
a perder de vista no horizonte largo.

Louca,
demente.

As horas sangram,
rasgam...

e eu não encontro
os rastros do arco-íris
nos mínimos detalhes.

Sou prisioneira
preciso fugir
junto com os alísios;
ângulos oblíquos.

Fugir para onde?
Fugir de quem?
Você me deixa atordoada.

Já não sei mais quem sou
dentro do meu corpo
embriagado de âmbar
e solidão.
Verônica Partinski
Enviado por Verônica Partinski em 16/10/2007
Código do texto: T697356

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Verônica Partinski
São Paulo - São Paulo - Brasil
361 textos (12826 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/08/17 05:42)
Verônica Partinski