Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Olhei você, e permiti
Insensatez
Seria assim...Talvez!
 
Cravei a minha alma
No teu belo Ser
E fiz-me escravo do prazer
 
Suei, todo o suor amargo
Não te deixei vestígios
E cometi litígios
 
Mas era o meu olhar
Tal qual sofreguidão
Um filho solitário...Da paixão


O Guardião
Enviado por O Guardião em 18/10/2007
Reeditado em 09/04/2008
Código do texto: T699902
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
O Guardião
São Paulo - São Paulo - Brasil, 51 anos
364 textos (34554 leituras)
13 áudios (2412 audições)
2 e-livros (1991 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/08/17 05:17)
O Guardião