Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Réplica


RÉPLICA

Amor estava ausente, absorto
Outrora era fiel, tão amante
Da ausência dos fetiches me queixo
As fantasias ainda estão latentes

Tu sempre foste minha paixão
Acreditava que querias me prender
E deixava-me em completa solidão
Teu grande amor não poderia prever

O lume dos meus olhos o buscava
Não enxergavas esta Vênus altiva
Que por ti submissa baixaria a terra!

Cairia ansiosa ávida por teu colo
Cobrir-te-ia de beijos e abraços...
Cinco chances (as arestas) têm a partir de agora!

Resposta ao soneto Justificativa Tardia de Jairo Nunes Bezerra

Tânia Mara Camargo
Enviado por Tânia Mara Camargo em 19/10/2007
Código do texto: T700831
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Tânia Mara Camargo
Jundiaí - São Paulo - Brasil, 60 anos
508 textos (17570 leituras)
7 áudios (417 audições)
1 e-livros (32 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/10/17 13:28)
Tânia Mara Camargo