Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Uma questão de amor.

Uma questão de amor..


Não! Neste momento eu preciso dizer adeus.
Há um crescer de algo que chama desespero.
Preciso ir... É hora diremos em vez de Adeus.
Até breve e novos caminhos vamos buscar

Sei que o preço será terrivelmente alto.
As maldades humanas. E nossos próprios conflitos.
Traz a nós dissabores. Que teremos que acatar
E muito mais tentar deles nos desviar.
Nosso amor vencerá Nossa paixão o exterminará.

Temos que nos espelhar no tempo.
Temos que destruir as marcas desagradáveis
Da existência e muito mais de nossas próprias falhas
De onde sairemos vencedores.

Sem nos pensar que alguém tem culpa.
Nós criamos nossos conflitos.
E se o criamos os dissolveremos.
Com muito amor e dedicação.
Eu te espero. Num futuro...


Meu coração dita. Para que alma reflita
O lápis rascunha. O computador edita
E eu ou nós publica (mos) Palavras e ou.



ELIO CANDIDO DE OLIVEIRA
Enviado por ELIO CANDIDO DE OLIVEIRA em 19/10/2007
Código do texto: T701203
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (elio candido de oliveira). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
ELIO CANDIDO DE OLIVEIRA
Ibiá - Minas Gerais - Brasil
4085 textos (159750 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/08/17 22:55)
ELIO CANDIDO DE OLIVEIRA