Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Derradeira viagem



Que tu me fazes, impiedosa morte,
Estiveste no meu caminho e não tive sorte!
Já vestida com a mortalha, ao fim do dia,
Esperava que tu, dama de negro, viesses por fim na minha agonia!

Por mim passaste tão perto, rude e forte!
Mas tu seguiste o teu caminho, deixando-me descrente,
Querendo que eu voltasse a ter fé na vida,
Tu não sabes o joguete que fui na mão de toda essa gente!

Histórias feitas de lágrimas amargas,
Que de sangue banha a ferida,
Quando pensa em rastejar,
Pedindo alento para a vida!

Ah! Minha alma presa deseja voar,
Conhecer os segredos do segredo.
Não quero mais sonhar,
De voar para derradeira viagem já não tenho medo!
Mel L Frankust
Enviado por Mel L Frankust em 19/10/2007
Código do texto: T701318

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Mel L Frankust
Goiânia - Goiás - Brasil
749 textos (34687 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/08/17 19:15)
Mel L Frankust