Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

INDIFERÊNÇA

INDIFERÊNÇA
O telefone toca
Toca...
E ele não atende
Me despreza
Me ignora
Trata-me sem clemência

Mas que tipo de atitude é essa?
Depois de tudo que passamos juntos
Que egoismo é esse?
Esse não é o homem que eu amei
O homem que amei não faria isso comigo
O homem que amei
Permaneceria ao menos meu amigo

Mas será que ele me amou em algum momento?
Ou foi tudo ilusão
Iludida ou não eu entreguei meu coração

Dividi com ele os meus mais intimos segredos
Dividi meus receios
Meus ânseios
Minhas angustias
Mas principalmente
Dividi com ele meu amor
Eu dei para ele o meu amor

E agora?Ele trata-me como se eu não existisse
Esqueceu as palavras lindas
De amor ao relento
Foram palavras ao vento
Sem significado algum
E agora?O que me diz?
Como me erguer dessa queda?
Ah! mas eu vou erguer-me
E vou seguir em frente
Eu perdi,ele perdeu
Mas na ciranda da vida
Quem mais se deu,
Foi aquele que também mais perdeu...
Eu perdi!Mas vou voltar a sorrir!
Helena Lins-11-11-2005
Helena Lins
Enviado por Helena Lins em 11/11/2005
Código do texto: T70185
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Helena Lins
Salvador - Bahia - Brasil, 54 anos
325 textos (18713 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 14:46)
Helena Lins