Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
Camarão na Moranga

Corte a moranga
Apenas uma fresta,
Como quando abres
A porta do seu coração,
Com a maçaneta na mão
E a tranca no pé.

Tire as sementes
De outras relações,
(Elas amargam o prato)
Raspando qualquer fiapo
De sentimentos passados.

Besunte a moranga
Em carinhos amanteigados
E coloque à esquentar
Em fogo baixo.
(Nenhum amor deve começar forte)

Reserve pois,
Seus beijos virão depois.

Enquanto isso,
Do camarão tire a cabeça
De nada servirá
Sua parca inteligência.
Dispa sua casca,
Sua roupa não terá
Serventia.

Apimente a gosto,
Sua relação merece.
Sal e creme de queijo ou de beijo.
Que seja bem cremoso e abundante
Em alhos, salsinhas...
Mergulhados em azeite quente.

Raspe um pouco da moranga,
Como uma prova
De seu sabor,
Misturando tudo no seu interior,
Sem é claro cozinhar demais.
Pois tudo que é longo, a relação endurece.

No forno do seu quarto,
Regue a moranga e acrescente o recheio,
E vá para cama com seu amor,
Até seu interior derreter.

Quando estiver mole,
Quase sem poder resistir,
É que esta pronta,
Para um novo amor.
Lorenzo Giuliano Ferrari
Enviado por Lorenzo Giuliano Ferrari em 20/10/2007
Código do texto: T702721
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o link para a obra original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Lorenzo Giuliano Ferrari
São Paulo - São Paulo - Brasil, 54 anos
1817 textos (50965 leituras)
1 áudios (2457 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/08/17 22:27)
Lorenzo Giuliano Ferrari