Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O Banco do Amor


Digito o meu coração
Nestas palavras,
E cada letra deste teclado
Representa o meu saldo.

Seja razoável,
Não dramatize o presente
Esquecendo tudo que fizemos
Como se não houvesse passado.

Você é o meu crédito
Analisado pela carencia,
O meu coração contraiu débito
Com o empréstimo do teu amor.

O meu beijo é um cheque
Que só deposito no teu intimo,
E na fila sou mais um
A espera do recibo,

O meu saldo é o teu corpo,
E o acesso a tua boca,
Que na introdução da minha língua
Levanto cédulas de amor.
Ulisses Maia
Enviado por Ulisses Maia em 20/10/2007
Reeditado em 20/10/2007
Código do texto: T702724

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Transferencia Bancaria para uma conta a indicar por mim.). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Ulisses Maia
Luanda - Luanda - Angola, 54 anos
903 textos (71317 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/08/17 12:40)
Ulisses Maia