Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Aconteceu...

Seguia meu caminho, cabisbaixo.
Deixava a vida passar por mim,
Esquecendo de passar por ela,
De deixar nela novas marcas.
Família, parentes e amigos
Davam-me sustentação
Chamando-me à vida.
Era o centro das atenções
Quando tudo o que mais queria
Era ficar em meu canto.
Abandonado.
Recluso.

 Aconteceu...

Você surgiu em meu caminho e,
Sem pretensão alguma
Foi me cativando aos poucos.
Devagar foi me conquistando,
Talvez, mesmo sem saber,
Foi se insinuando,
Tornando-se, a cada dia,
Mais e mais importante.
Mais e mais influente
Mais parte de mim,
Pedaço de mim
A cada dia, mais eu.

Aconteceu...

De repente descubro que
A dor se desvaneceu,
Minha cabeça está erguida,
Os ombros não mais arriados.
Já não ando arqueado.
Quero viver,
Marcar esta vida de mim,
Olho e vejo encantado,
Que também está mudada.
Também me quer.
Deseja-me.

Aconteceu...
Júlio Marques
Enviado por Júlio Marques em 21/10/2007
Reeditado em 13/11/2012
Código do texto: T703084
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Júlio Marques
Juiz de Fora - Minas Gerais - Brasil, 63 anos
87 textos (10971 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/08/17 15:07)
Júlio Marques