Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

PELO AZUL, CINZA E BRANCO DOS CÉUS

Ao chegar pra ti falar
deste amor alvo e brando,
que guardo no peito ( por ti ).
Viajamos quantas e quantas vezes
pela tarde,
graça encantadora
sob o azul, cinza e branco dos céus;
por quantas Ave-Marias
deixastes este coração
louco de amor.


Um diante do outro
sem palavras.
Oh ! Amor do meu coração
como consegues aguentar
este carinho em teu peito,
ensines a mim, como  ?


Quando sabemos nós
que choraremos
por tudo isto,
por este amor
(  fazendo-nos  dó ).


Agora que descubro
mais um azul, cinza e branco
deste céu
acima do meu amor,
bem no fundo deste égo.
Chegues até mim
pra que esta alma em choro
possa enfrentar
mais este final de tarde.


Que cante profundo
este canto
e cale este canto em você,
canto de azul, cinza e branco
do céu,
nesta minha nova terra.
Este amor todo é por ti
todo para ti.



Do Manuscrito: Pra uma rosa com amor.
( Estes versos são para os corações que entendem de poesia líricas, épicas, romanticas, amáveis, amoráveis, enfins, para os que amam,
tudo a sua volta. )
tabayara sol e sul
Enviado por tabayara sol e sul em 21/10/2007
Código do texto: T703505
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
tabayara sol e sul
Pelotas - Rio Grande do Sul - Brasil, 70 anos
615 textos (122363 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/10/17 22:26)
tabayara sol e sul