Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

TUDO OUTRA VEZ


Não sei por que, mas me deu vontade de falar de você
Não sei por que, me deu vontade de pensar em nós
Deu-me vontade de mexer em tudo que foi mercê
De um quase amor, de uma história algoz

De erro bobo, mas por vezes irremediável
De passos mal dados, de palavras mal ditas
De caminhos mal traçados, de corpo inabalável
De sentimentos confusos e camas repartidas

Deu-me vontade de te perdoar, de esquecer
Engraçado pensar, que agora não entendo o que passou
É como não querer o que se quer, e perder
O que se tem, mas nunca te importou

Não quero teu perdão, não penso que errei
Mas fingiria nada acontecer se fingisse que nada mudou
Não pediria que explicasse o que pensei
Mas pediria que não falasse do que passou

Ainda bem que não posso mudar nada
Nem eu tenho esse poder, e você tinha e não fez
Mesmo se pudesse fazer diferente a estrada
Seguiria a mesma direção, e faria tudo outra vez
Acácio Véras jr
Enviado por Acácio Véras jr em 22/10/2007
Código do texto: T705028

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Acácio Véras Jr, www.acacioverasjr.multiply.com). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Acácio Véras jr
Teresina - Piauí - Brasil, 32 anos
56 textos (2270 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/08/17 15:07)
Acácio Véras jr