Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Suave amor

Ainda há pouco soou aos meus ouvidos
Uma canção que lembra teus beijos,
Desejos antigos que não pude mais
Para provar, veio com a suavidade
De quando em calmaria vivi a te amar.

Amor em que a prioridade é o corpo
Tocar, abraçar, sentir teu cheiro, o coito
Acontecer devagar, ainda sim, se não
Acontecesse nada o coração ia reclamar.

Momento sublime em que desoprime
Qualquer cidadão, olhar acariciando a alma
Em calmaria até então desconhecida,
Amor exato que alimenta a própria vida.

Amor que sem cantata se pode reconquistar
Situa-se entre a razão e a emoção, equilibrando
Sentimentos, amor de bons e maus momentos
Amor que para ser feliz se deixa levar.
R J Cardoso
Enviado por R J Cardoso em 24/10/2007
Código do texto: T707489
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
R J Cardoso
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
3169 textos (82317 leituras)
2 e-livros (437 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/10/17 11:22)
R J Cardoso

Site do Escritor