Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

CANTATA PRA UMA DIVAGAÇÃO

Se um dia destes
passados não sei quantos .....
Me procurardes;
talvez sejam tardes
tua procura, teus prantos .....


Só porque pusestes
todas as dificuldades .....
Manchando os caminhos
os ninhos
nossas metades .....


Teus gemidos
tuas pegadas .....
Suplicante,
quantas vezes eu periclitante
andei pelas caladas .....


Se me perderes de vista
isto te abalará ?
Digo-lhe - atenção -
pois, minha ação
se acabará .....


Transpassar-se-ão
todos os tempos .....
Sofrerei e tu seguirás,
andarás
por estes tempos .....


Advirão os provérbios,
tão sábios, serão minhas graças .....
Minha inocência
minha consciência
que andarei pelas praças ......


Infundia alegria
me sirvam de alento .....
Pra minha glória
encontrar nesta história,
estar sempre atento ......


Mesmo que me sinta
privado, amargurado .....
Estarei sempre disposto
a ver teu rosto
pra meu agrado .....



Do Manuscrito: Meu Pensamento. Rosas e Orvalho.
tabayara sol e sul
Enviado por tabayara sol e sul em 24/10/2007
Reeditado em 25/10/2007
Código do texto: T707625
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
tabayara sol e sul
Pelotas - Rio Grande do Sul - Brasil, 70 anos
615 textos (121499 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 16/08/17 12:59)
tabayara sol e sul