Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto




Porque consolamo-nos no abandono

Do amor que partiu,veja na semelhança

Do espelho, que reflete tua imagem.

 

A imagem no vidro claro, ostenta tua

Silenciosa formosura de gelo,na

Interrogação da vingança.

 

Misteriosos refolhos da alma aflita

Que adormece cativa, a espera do sol.

O amor não nasceu para andar sozinho

 

Oferece teus lábios a outro

E sente o desejo do primeiro beijo

Brando .

 

 

demetrioluzartes
Enviado por demetrioluzartes em 24/10/2007
Reeditado em 24/10/2007
Código do texto: T708373

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (demetrio luzart). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
demetrioluzartes
Niterói - Rio de Janeiro - Brasil
980 textos (36577 leituras)
12 áudios (774 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/10/17 19:56)
demetrioluzartes