Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Senhor de mim ...

No rumor das coisas
encontro os teus desejos
escalpes refeitos de um tempo de giestas angulosas.
Descalça, bélica e virginal,
guerreira sem medos,
percorro-te nas calçadas desempedradas,
nas escarpas mais elevadas,
no bocejar da noite.
Rebusco da pedra, a areia fina,
a enseada
a brisa marinha
o ritmo compassado das tuas asas
tímidas a perfurar a neblina.
Bebes de mim as palavras entardecidas,
os silêncios mais secretos,
acalmas todos os meus receios,
anulas as nossas mágoas,
na suavidade dos gestos,
unes sons, ruídos e vozes, num desabrochar
de orquídeas d’afectos.
Unges os meus seios,
com as brisas perfumadas dos desertos,
as que trazes de um tempo vão e, por fim,
reencontrado em ti,
ausente da solidão das coisas ocas,
trespassas a minha boca e és senhor de mim.

Ao fundo, no pátio e no jardim,
folhas amarelas desenham na penumbra cúmplice
quilhas invertidas de barcos,
desfolhando-se lentamente em queda,
elevando exímias flores dos espelhos d’água.
Mel de Carvalho
Enviado por Mel de Carvalho em 26/10/2007
Reeditado em 26/10/2007
Código do texto: T710385

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Mel de Carvalho
Portugal, 56 anos
129 textos (4555 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/08/17 17:13)
Mel de Carvalho