Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

EXTREMADO AMANTE

Quando as luzes se apagam,
Lanço o olhar a uma estrela,
Beijo as mãos que me afagam,
É amor, como esquecê-la?

Viver sem, do amor, a presença,
Não quero nem me permito,
Dum momento faz-se infinito,
Se estou sob a tua ausência.

Toma-me, por fim, em teus abraços,
Une dois corações num só laço,
Me cuida, me ama, me torna ovante.

Sou eu quem te exalta em altos amores,
Quem te oferta poemas e flores,
Sou eu, teu amante, o teu extremado amante.


Elton Diniz Pacheco
Enviado por Elton Diniz Pacheco em 26/10/2007
Código do texto: T710954
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Elton Diniz Pacheco
São Luís - Maranhão - Brasil, 34 anos
62 textos (2081 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/08/17 11:03)
Elton Diniz Pacheco