Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

BORBOLETA MOLHADA

Não resisti
Ver a chuva caindo
E você parado ali.
Te olhei sorrindo
Entre poças, entre pingos
Voei de encontro a ti.

Um amor que não resiste, não se aguenta
Faça sol , faça chuva
O teu beijo me afugenta
Me põe em fuga.

Fujo pra ti
Vou de encontro aos lábios teus
Fecho os olhos pra sentir
Esse amor que é todo meu.

Cada gota que desliza
Por entre os beijos seus
Escorre na minha boca
E fica em mim o gosto teu.

Demora um pouco mais
Enquanto sacio e satistaço
Meu desejo, minhas vontades
Dos teus beijos, de um abraço.

Vai depois e me deixa assim...
Uma borboleta molhada
Uma mulher satisfeita
Menos sedenta e mais apaixonada.

Ká Butterfly
09.11.05
Carolina Salcides
Enviado por Carolina Salcides em 14/11/2005
Código do texto: T71412
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Carolina Salcides
Porto Alegre - Rio Grande do Sul - Brasil, 36 anos
133 textos (51303 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 12:57)
Carolina Salcides