Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

LAMENTO NUMA NOTA SÓ

Anúncio por todas cantatas
este horrível apêrto que tenho no peito.
Quando a melhor maneira sem dúvidas, sem fanatismo
seria seguires o caminho, converter-tes a mim, não há jeito
estarias recorrendo neste bosque, todo meu magnetismo.


Porque me apresento sempre profundo
em nossos caminhos desnudos de maldades.
Quanta alegria consolida neste coração com cautela
que o homem vislumbre seu irmão, sem alçar idades
mesmo que fale a emoção, terminado o mais longo bosque de gazela.


Se tenho a condição em holocausto,
de te amar, redimidos todos pecados.
Rogo a ti que me concedas a vez
de poder pegar tua mão, e aí, sacados
meus momentos, deixar invadir meu coração, talvez.


Toda aquela retidão dos tempos
enquanto, vivo, posso exultá-la, paixão
por cada vez que a encontre a andar
e que feliz ..... que feliz sou eu por esta gratidão
ao menos ter a sensibilidade de enxergara neste luar.


Vê-la feliz , que felicidade !
Sentada neste trono
vê-la feliz nesta melodia
que encanta meu coração neste outono
vê-la feliz ..... que felicidade a minha por todo dia.
tabayara sol e sul
Enviado por tabayara sol e sul em 29/10/2007
Código do texto: T714697
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
tabayara sol e sul
Pelotas - Rio Grande do Sul - Brasil, 70 anos
615 textos (121574 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/08/17 04:46)
tabayara sol e sul