Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

CHORAM MEUS OLHOS

A chuva se confunde
Com minhas lágrimas,
Me traz lembranças tantas,
Saudades do que se foi,
Desejos que se calaram,
Palavras que não pude sussurrar,
Sonhos que deixei de sonhar.
Silencio meu coração
Em busca de uma paz
Que seja breve e eterna.
Os pingos da chuva
São música encantada
Que eu ouço deslumbrada,
Com a alma apaixonada.
Quero ter o poder
De não pensar em nada,
De me afastar do meu mundo,
Onde só reina o absurdo,
Onde tudo é incerto,
E meus pés não alcançam o chão,
Pois que nas nuvens eu vivo,
Imaginando-me alada,
Sempre pronta a voar
De encontro ao que me faz viver
E me permite sonhar,
Onde eu possa simplesmente amar,
Ser feliz sem enlouquecer
Com a tua ausência que dói,
Porque me falta o ar pra respirar,
E assim me sinto desfalecer,
Com medo de nunca mais te encontrar,
Com medo de te perder...
Assim como a chuva chora,
Choram os meus olhos
Porque não te conseguem ver.

By Denise Nogueira, em 28/10/2007
Despecial
Enviado por Despecial em 29/10/2007
Código do texto: T714947
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Despecial
Porto Alegre - Rio Grande do Sul - Brasil, 57 anos
352 textos (17295 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/10/17 10:28)
Despecial