Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Um poema para Vós

          Por certo devo ter sempre uma só palavra,
          Mas, nada me impede de ter muitas vozes,
          Voz de Grants, - às vezes embaçada,
          Voz de quem ama, voz encantada.


          Já tive e tenho ainda, voz de angústia,
          Voz irada, voz de desespero e voz de alegria,
          Voz emocionada, voz ativa,
          Voz que canta e voz de fantasia.


          Voz que me traz lembrança, voz que me faz sonhar,
          Voz de esperança e voz rouca, - própria pra amar.
          Voz que não passa de um sussurro, voz de afirmação,
          Voz de perto e voz distante
          Voz da garganta e do coração.


          De  todas as vozes  a que mais gosto é a voz calada,
          Aquela que diz tudo, sem falar nada,
          A voz  da mente que afirma,
          Ser  vós  a minha amada


.
Laerte Russini
Enviado por Laerte Russini em 29/10/2007
Código do texto: T715296
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Laerte Russini
São Paulo - São Paulo - Brasil, 66 anos
169 textos (18394 leituras)
1 e-livros (243 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/10/17 13:34)
Laerte Russini