Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ENTÃO O HOMEM

Então o homem sorriu
E da pureza do seu sorriso
Criou-se um lado preciso,
Da harmonia Celestial.

Então o homem chorou
E tristeza de seu choro,
Despencou um vago coro
De vozes no hino Angelical.

Então o homem se aprumou
E da precisão do seu prumo,
Fez caminhada sem rumo,
Numa chegada sem retorno.

Então o homem se indignou
E da altura da sua indignação,
Propôs-se a tal arrumação,
Que seu erro teve o estorno.

Então o homem se propôs,
E da sua indignada proposta,
Obteve de si mesmo a resposta,
Fruto da sua total heresia.

Então o homem se adornou
E do seu indigesto adorno,
Conteve otimismo em torno
E a tristeza venceu a alegria.

2.007
JOSE LINS
Enviado por JOSE LINS em 31/10/2007
Código do texto: T717665
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
JOSE LINS
Lins - São Paulo - Brasil, 61 anos
499 textos (31444 leituras)
26 áudios (1987 audições)
4 e-livros (114 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/08/17 15:22)
JOSE LINS