Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Seu Marido

Quando olho o horizonte dos seus olhos,
Assim quase desmorono, pois, são simplórios,
Atraentes, diferentes, desconcertantes,
Fico como menino, iludido, perdido,
Sonhando contigo.

No meu sonho vou lentamente tirando
Este seu lindo vestido,
Onde deslizo minha boca até a beira
Do seu umbigo.

Ah! Não brinca comigo!
Nesta loucura estou completamente a perigo
Nada disso neste deslize quero ser e sou
Muito mais que amigo.

Quando sussurra no meu ouvido pensa
Que não ligo?
Pois, acende em mim o mais calhorda
Do amigo.
Penso em levar-te ao mais alto delírio.

Mas, te peço não brinca comigo,
Já fui seu marido, seu dentista,
Oculista, ginecologista, seu príncipe perdido.
Cansei deste imaginário doido,
Quero ser seu céu, seu campo, porto
Sem ser esquisito quero uma realidade.

Não mais fingido, quero sentir
Seu corpo e seu libido.
Te lamber e ser lambido,
Se for o caso... Serei seu...
Inteiramente seu marido.

Não só no imaginário...
E sim no vivido.
Falar-te ao pé do ouvido...
O quanto sou louco quando estou
Contigo.
 
Chefyto
Enviado por Chefyto em 31/10/2007
Reeditado em 10/10/2010
Código do texto: T718052

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Chefyto
Fortaleza - Ceará - Brasil
18 textos (605 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 16/08/17 12:49)
Chefyto