Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

QUERO VIVER-TE-ME

Quero que se arraste o tempo
E que tenha calma a pressa
Quero viver-te sem medo
E viver-te à beça

Quero viver-te mais mil anos
E viver cada dia como se fosse o derradeiro
Quero conhecer cada um dos teus segredos
Fazer morada em tua mente e amar teu corpo inteiro

Quero levar-te além de cada fronteira
Na qual imaginarmos findar-se o prazer
Lamber teus dedos, correr em tuas veias
E carinhosamente penetrar teu ser

Quero viver-te até em meros momentos,
E roubar os anéis de Saturno por ti!
Acariciar teu corpo, sentir tua pele,
Teu corpo, meu corpo, tanto prazer existe aqui!

Quero lamber-te o âmago mel
Provocar-te sussurros e sentir-te gemer
Nossos corpos quentes em gestos ardentes
Involuntários movimentos e inconvulsão de prazer.
POETA URBANO
Enviado por POETA URBANO em 02/11/2007
Código do texto: T720687
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
POETA URBANO
Camaçari - Bahia - Brasil, 42 anos
532 textos (13156 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/10/17 19:20)
POETA URBANO