Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Minha Eternidade.





Vejo o macio tato frenético
Na carne, minha pequena
Quimera,dos desejos

A eternidade sonhada
Luz divina dos meus olhos
Enamorados, plácidos.

Palavras jogadas ao vento sem
Retorno dos  ecos,minha distancia
Entrelaçada,  tua ânsia.

O navio que não me trás
As noticias de outros mares
Nem mesmo o murmurar
De teus lábios, os ares .

demetrioluzartes
Enviado por demetrioluzartes em 03/11/2007
Código do texto: T722392

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (demetrio luzart). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
demetrioluzartes
Niterói - Rio de Janeiro - Brasil
978 textos (36482 leituras)
12 áudios (773 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/08/17 22:57)
demetrioluzartes