Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O BÊBADO EQUILIBRISTA

Lá vem o bêbado,
Com seus passos oscilantes,
Ao sabor das chacotas
E das gargalhadas...

Lá vem o bêbado,
Com seu ar de grandeza,
Tão senhor de si
Mas cambaleante...

Lá vem o bêbado,
Na sua grandeza tão pequena,
Como se suportasse o mundo,
Mal contendo a si...

Lá vem o bêbado,
Com sua sapiência de botequim,
Com seu cabedal de impropérios,
Na estreiteza das ruas...

Lá vem o bêbado,
Na sua demora no andar,
Nos seus trejeitos e risos,
Aos transeuntes e vizinhos...

Lá vai o bêbado,
Em mais um cair de tarde,
No seu esforço sobre-humano
De se conter sobre as pernas...

Lá vai o bêbado,
Mais ruidoso do que as máquinas,
Mais engraçado que os palhaços,
E o mais inocente entre os mortais...

1.996
JOSE LINS
Enviado por JOSE LINS em 04/11/2007
Reeditado em 08/06/2008
Código do texto: T722627
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
JOSE LINS
Lins - São Paulo - Brasil, 61 anos
499 textos (31410 leituras)
26 áudios (1987 audições)
4 e-livros (114 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 19/08/17 10:58)
JOSE LINS