Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

AMOR

Guardei por um tempo as vestes da paixão terrena
Adotei como roupagem natural auras de luz
Mundo material não me dirige à paz suprema
Preciso do lenitivo espiritual que a Teu amor conduz
Viver atada ao ardor da carne, não sacia a alma.
Satisfaz o corpo, mas não preencho meu imo.
Há algo mais entre céu e terra, que acalma.
É força contundente que me impele ao cimo
O meu vazio, nas searas deste imperfeito plano,
Não obtém colheita fértil de frutos espirituais
Urge ser semeadora de grão fecundo e não profano
Nas sendas daqueles que habitam as hordas astrais
Ao Teu dispor, deixo-me levar, sou Tua serva.
De corpo e alma entrego-me ao trabalho espiritual
Tu me desta vida de amor luz, afastaste a treva.
Agora Te doou meu tempo livre ao amor fraternal
Denise Severgnini
Enviado por Denise Severgnini em 04/11/2007
Reeditado em 04/11/2007
Código do texto: T723236

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, criar obras derivadas, desde que seja dado crédito ao autor original (Denise de Souza Severgnini http://www.denisesevergnini.recantodasletras.com.br) e as obras derivadas sejam compartilhadas pela mesma licença. Você não pode fazer uso comercial desta obra.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Denise Severgnini
Novo Hamburgo - Rio Grande do Sul - Brasil, 58 anos
11345 textos (923012 leituras)
16 áudios (8886 audições)
311 e-livros (34188 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/08/17 00:09)
Denise Severgnini