Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

É VOCÊ, DESTE JEITINHO

O abismo deste solo
Forma a curva do teu colo
O destrancar do ferrolho
Acende chamas em teu olho
O enrolar deste novelo
Tece os fios do teu cabelo
O açúcar desta pinga
Traz teu choro que respinga
O mau-jeito do enrosco
Quer gemer no teu pescoço
O rico ouro do veio
Brota rosas no teu seio
O mel da rubra cereja
Enforma tua delicadeza
A beleza de mil ilhas
No singrar de tuas virilhas
O morder de um moranguinho
Mexe um dedo do pezinho
O nó firme de um laço
Na fineza do seu braço
O mel dessa rapadura
Só ressalta tua candura
O fim deste universo
Puxa o andar do seu reverso
O despertar de uma era
Faz sentar-me à sua espera
O cúmulo da ingenuidade
Cria a tua eternidade
O sol de um janeiro farto
No escuro do teu quarto
O indecente ardor do calor
Molda o tom do meu amor
O vulcão em erupção
Jorra lavas de paixão
O furta-cor em remoinho
É você, deste jeitinho
Gê Muniz
Enviado por Gê Muniz em 05/11/2007
Reeditado em 21/11/2007
Código do texto: T723705
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Gê Muniz
Campinas - São Paulo - Brasil
1210 textos (34385 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/08/17 23:03)
Gê Muniz