Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

DESENCONTROS


         
       Um dia sem querer te conheci,
       e, ao olhar em teus olhos percebi,
      que por ti já estava apaixonada.
 
      Meu coração em ritmo acelerado,
      parecia pulsar descompassado,
      já eram os primeiros sinais,
      de um louco amor desencontrado.

     Meus olhos,passearam no teu corpo,
    num anseio meio louco,
    de quem desejava te ter.
 
    E, como dois adolescentes,
    loucamente nos amamos,
    com desejo e sem receios,
    nossos corpos entregamos,
    e, nos encontramos...
    Apenas no prazer.
 
    Passei a construir lindos sonhos,
    e, neles, só estava você,
    mas, com o tempo fui percebendo,
    eu nunca tinha tido você.
 
    Nos sonhos que construí,
    fui olhando e descobri,
    seu sonho não era eu.
 
     Não foi amor,foi desejo,
     e, entre mil trocas de beijos,
     nossos corações se enganaram,
     e, pensaram que eram só um.
 
      Foi amor...tesão de um momento,
      àquele que nós vivemos,
      mas, a vida ,me fez descobrir,
      que o nosso primeiro encontro,
      já era um desencontro,
      pois seu amor não senti!
                       

florzinha
Enviado por florzinha em 21/03/2005
Código do texto: T7238
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Maria Socorro Teixeira de Castro ( Flozinha)). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
florzinha
João Pessoa - Paraíba - Brasil, 64 anos
4138 textos (1195079 leituras)
5 e-livros (3402 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 13:10)
florzinha