Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Senhora da minha verdade

Permita que eu sente-me calada
De frente ao teu reflexo no escuro
Contar-te-ei a minha vida
Histórias desse meu mundo

E não me censure palavra!
Não me faça perder um segundo.

Eu sentia as flores do campo
Enquanto carregavam meus sonhos
Por entre veredas distantes
Onde se diluem os enganos

Eu sentei e chorei, é verdade!
De frente ao meu ser tão profano.

O rio que corria aos meus pés
Lavou toda a hipocrisia
Mudei de rumo e ventura
Fugi da cidade vazia

Por outros caminhos trilhei
Comigo não trouxe a agonia

Mas a poeira, cismei e não trouxe.
Abandonei-a ao léu, no passado.
No chão em que foi traçado
Os meus rastros de infelicidade

Atrevidamente

Cruzei as fronteiras do meu destino
Sou senhora da minha verdade.

Jessiely Soares
Enviado por Jessiely Soares em 05/11/2007
Reeditado em 05/11/2007
Código do texto: T723824
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Jessiely Soares e o link para o site "http://recantodasletras.uol.com.br/autores/jessielysoares"). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Jessiely Soares
Bananeiras - Paraíba - Brasil, 32 anos
75 textos (2531 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/10/17 05:48)
Jessiely Soares