Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Condenação

Há tanto amor ainda pra viver
Abundantes sedes ressecam em  meu ser
De beber  poemas, ouvir  segredos
Não condenada ao triste degredo

Sentenciado está,  mas cabe recurso
Os céus disseram que para seguir o curso
Amor jurado deve ter abrigo
Na negação perde o  sentido

O tempo passa e pode prescrever
A lei tão clara que emana dos céus
É regra cósmica e para ser cumprida

Está escrito e devemos crer
Violadas as normas  permanecem os réus
E as dores fortes serão sentidas
Regina Romeiro
Enviado por Regina Romeiro em 05/11/2007
Reeditado em 08/11/2007
Código do texto: T724661

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Regina Romeiro
São Sebastião - São Paulo - Brasil
482 textos (29620 leituras)
4 áudios (710 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/08/17 07:36)
Regina Romeiro