Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Minha Doce Inimiga

Pegue a dor dentro de mim transforme em desejo me faça esquecer
Meus problemas com o gosto do teu beijo...
Me  acorrente  a suas  verdades sem você a vida está perdida me
Faça  um escravo seu minha doce inimiga...
Acorde nas noites frias me prenda em seu abraço, me sufoque me...
Prenda me em sua vida somos um só agora...
Com nossas almas envolvidas nessa hora
Nunca me deixe ir embora
Acorrentado em sua beleza
Foi melhor dessa maneira...
Não me esquece por nenhum instante
Quero um amor constante,
Sem você tudo é distante
A vida é incessante...
Somos  um só para toda a eternidade
Sem você eu não existo
Eu te preciso mais que o ar que eu respiro...
Debaixo dos nossos lençóis
Em uma noite fria
Meu corpo te procura
Quero só você em minha vida...
E se um dia  tudo acabar
E ainda que o mundo pegue fogo lá fora
Não me deixe notar nada minha querida...
Quero acordar envolvido em sua vida
Perdido em teus sonhos
Com a minha alma partida...
E por mais que eu tente esquecer não deixe
Eu sou teu prisioneiro pertenço unicamente a você...
Não me deixe ir, não,
Sem alternativas pra seguir
Sem lugar pra onde ir não sem você  não...
Não há nada mais aqui perdido em teus beijos,
Preso a um amor verdadeiro envolvido em seu mundo...
Em  um sonho obscuro
Ouço apenas nossos sussurros
Nossas almas envolvidas
Não existe nada nessa vida...
Eu pertenço a você
Não há mais o que fazer
Nem o que pensar
Nem o que dizer minha doce inimiga...
Prisioneiro dos teus sonhos
Acorrentado em sua vida
Calado pelas suas verdades...
Eu não sou nada  sou apenas metade.
.Você se tornou meu vício o ar que eu preciso...
Cafeína, água, alimento...
Sem você é tudo impreciso quero agonizar em teus braços...
Nessa doce vida prisioneira
Eu não busco liberdade
Pois é melhor dessa maneira...
É melhor dessa maneira...

©2007*Marcos Menezes de Almeida*(Todos Os Direitos Reservados)
Marcos Menezes de Almeida
Enviado por Marcos Menezes de Almeida em 05/11/2007
Código do texto: T725001
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Marcos Menezes de Almeida
Aracaju - Sergipe - Brasil, 32 anos
361 textos (17623 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/10/17 22:51)
Marcos Menezes de Almeida