Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

VAZIO DE MIM

De repente,senti-me sozinho,
sem ninguém,
pra segurar minhas mãos,
ou
chamar-me de "meu bem"
 
Fechei os olhos,
e no meu abandono,
senti-me solto,
presenciando apenas as horas
brigarem entre si,
e, assim,
permaneci ausente de mim.
 
Não sei o que aconteceu
em meu mundo,
somente um silêncio profundo,
duvido que tenha existido
ou, que tenha visto a primavera florir...
 
O tempo conseguiu transformar
minha aspiração de amar,
fechou inclusíve
a janela da existência,
matando o que ainda havia:
a minha esperança...
 
Conseguiu ainda e sem perdão,
que me perdesse do presente,
na busca de um passado,
ainda que triste.
 
Por essa razão nada vejo
e nem sinto,
a não ser minha própria ausência.
 
Eu acho,
a vida concluiu
o que pra mim foi destinado,
sem ninguém pra alindar meus momentos...
 
Tudo foi completado
pela força de uma mordacidade, e, assim,
como órfão permaneci,
só no mundo, simplesmente,
com meu desejo de amar...
 

http:www.recantodasletras.com.br/autores/wilsonocarvarlho
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Wil
Enviado por Wil em 16/11/2005
Código do texto: T72548
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Wil
São Paulo - São Paulo - Brasil, 81 anos
2613 textos (84514 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 06:49)
Wil